convido a ouvir enquanto por aqui anda...

2017/03/07

Provisório


"Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos"
É a frase que acolhe quem visita a capela dos ossos, situada na igreja de S. Francisco em Évora.
Fui deixando sair quem por ali estava, detive-me por largos minutos no seu interior, sozinha, em silêncio...
   O ser, o estar, a vida, a morte. Tão provisório.



6 comentários:

  1. Que coragem, Maria !

    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. João Menéres, obrigada! Acredite que a sensação foi em muito idêntica à que tive ao contemplar o quadro 'Guernica' no Reina Sofia (também em silêncio e por largos minutos, aí, sentada no chão) :) beijinhos

      Eliminar
  2. Na capela dos Ossos em Évora eu nunca entrei, mas já tive oportunidade para o fazer.
    Aquela em que entrei foi na capela dos Ossos em Campo Maior e tomei consciência que trabalhar como antropólogo ou arqueologista não seria coisa para mim.
    No meu caso, ossos, só os das coxas das galinhas. :-D
    :-D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Remus, obrigada! Não sabia da existência dessa capela em Campo Maior, pensei que a de Évora fosse única no género em Portugal ! Agora fui pesquisar e afinal ainda há outras, Alcantarilha - Lagos, Faro...
      Sim é um pouco sinistro o tema e a 'linha estilística' destas construções...
      Realmente também acho que essas profissões não eram para mim, embora goste muito de filmes e livros do género 'Indiana J' e afins e documentários do canal H sobre 'achados' arqueológicos... rs! sorrisos para o último § do seu coment :) beijinhos

      Eliminar
  3. Vagarosos instantes
    a vida
    Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mar Arável, obrigada! ... mesmo! beijinhos :)

      Eliminar